140 Canais TV

Assistir TV Online
Programação dos Canais ~>
Canal do Youtube
Facebook
Comunidade do Orkut
Twitter
Assistir TV Online HD - No Google

domingo, 11 de novembro de 2012

sexo virtual

eros2.gif (23815 bytes)eros3.gif (6998 bytes)eros4.gif (17403 bytes)O Deus do Universo estabeleceu padrões e leis que devem ser seguidas, pois Sua intenção não foi frustrar ninguém, mas beneficiar suas criaturas. Ele sabe como devemos proceder, o que é melhor e o que pode nos prejudicar. Precisamos aprender a confiar em Sua sabedoria. Deus Se preocupa com nosso amadurecimento espiritual é por isso que nos pede pureza com relação ao assunto do sexo (II Co 11.2; Tt.2.4,5, 14; I Pe 3.2).

A palavra "puro" vem da raiz grega "hagnos", que significa estar livre de toda mancha proveniente da depravação. Isto significa que precisamos refrear ou abster-nos de todo ato ou pensamento que incite desejos que não estão em harmonia com a castidade, virgindade ou votos conjugais de uma pessoa. Isto acentua a necessidade de abstenção ou restrição de toda ação ou excitação sexual que possa corromper, degradar ou violar a pureza de uma pessoa diante de Deus. Inclui, também manter seu próprio corpo em "santificação e honra" (I Ts 4.3,4), e não dado a "paixões de concupiscência" (I Ts 4.5). Esta instrução da palavra de Deus é tanto para os solteiros como para os casados.

Termos bíblicos para a imoralidade sexual

A palavra "Pornéia" (grego) significa - prostituição. Seu sentido é amplo - refere-se a todo tipo de utilização de nossa sensualidade fora dos laços matrimoniais, tais como:

-defraudação - vem do termo "pleonekteo"- que significa privar outra pessoa da pureza moral e castidade que Deus deseja para a mesma, a fim de satisfazer seus próprios desejos. Despertar os desejos sexuais em alguém, os quais não podem ser satisfeitos licitamente. (I Ts 4.6; Ef 4.19).

-fornicação - "porneia" - descreve uma variedade de atividades sexuais antes e fora do casamento. Incluindo tocar as partes íntimas do corpo ou ver a nudez de outra pessoa. (Lv 18.6-30; 20.11,12,17,19-21; I Co 6.18; I Ts 4.3).

-adultério - relação sexual com alguém casado;

-homossexualismo/lesbianismo - relação sexual entre pessoas do mesmo sexo;

-Incesto - relação sexual com pessoas da família;

-bestialidade - relação sexual com animais.

Todos estes e outros não recebem a bênção de Deus, mas somente o leito matrimonial (Hb 13.4). Imoralidade é pecado contra o próprio corpo (I Co 6.15-20). Se você é filho de Deus, Ele o disciplinará quando O desobedecer, para corrigi-lo para o seu bem. Você terá a bênção de Deus somente através da obediência à Sua Palavra.

1- QUAL A IDADE PARA O NAMORO?

Antes dos 16 anos é complicado assumir namoro, pois este relacionamento depende de maturidade. É indispensável conversar com os pais a respeito. Devem preocupar-se mais em desenvolverem atitudes amadurecidas do que terem pressa em "amarrar-se" a alguém. Adolescentes - aproveitem seu tempo com boas amizades, passeios, conversem com pessoas interessantes, ampliem e enriqueçam seu universo. Usem e abusem da boa leitura e vivam para Deus.

2- COMO POSSO SABER O QUE SINTO REALMENTE?

Paixão - pode surgir de repente, como um raio que corta o céu. Ela acontece porque achou a(o) garota(o) o máximo, sem ter a mínima idéia de suas qualidades e defeitos. A paixão na verdade só vê a outra pessoa como um meio de conseguir alguma coisa: sexo, segurança, carinho. Alguém pode estar apaixonado por duas ou três pessoas ao mesmo tempo, vivendo nas nuvens sonhando, fora de órbita e da realidade. Para o apaixonado o visual da outra pessoa é fundamental. A paixão gosta muito de estar com a outra pessoa pela excitação sexual que ela provoca. Uma pessoa apaixonada usa "máscaras" para estar sempre "agradando" e não decepcionar o outro. As afinidades nem sempre são fortes e definitivas. A atração é mais física do que emocional e intelectual. Seus pais acham antes de pensar em algo mais sério que é preciso dar muito mais tempo.

Amor - cresce devagar, como se fosse uma árvore e continua crescendo mesmo depois de perceber que a outra pessoa dá suas mancadas. O amor está interessado no bem-estar e felicidade da outra pessoa, por isso se dedica exclusivamente a uma pessoa. O amor sonha, mas sem exageros. Ele sabe equilibrar os sonhos com a realidade. Para quem ama, o relacionamento total é mais importante do que a atração física. O amor gosta de estar com a outra pessoa por amizade, companheirismo, carinho. O amor é o que é, já que quer viver ao lado da outra pessoa, não tem medo de mostrar suas falhas e virtudes. Há muita afinidade nos interesses, alvos, valores, atividades ou mesmo num bate-papo. Seus pais gostam dele(a) e o(a) incentivam a conhecê-la(o) melhor.

3- ATÉ ONDE PODEM IR AS CARÍCIAS?
O corpo do homem e da mulher são bem diferentes e reagem de modos diferentes aos apelos sexuais. O rapaz reage ao que vê, por isso é importante que as moças tenham cuidado ao se vestirem, podem estar "defraudando" qualquer rapaz. Enquanto que a moça reage ao ser tocada, pouco a pouco, até que a chama tome força. Tome cuidado, não se deixe ser tocada em demasia. Não confie em sua própria capacidade, você não consegue resistir.

O mundo em que vivemos e sua mídia tende a controlar nossos sentimentos, pensamentos e atitudes. Facilmente somos influenciados por uma novela, filme, música, revista pornográficas, out-doors e conversas picantes com amigos. Tudo isso pode estimular a explosão dos desejos contidos. Num casal as carícias tendem a evoluir, se não derem um basta não agüentarão a força incontrolável do desejo e acabarão em relações sexuais sem pensar nas conseqüências futuras. Um olhar sensual ou uma roupa, são maneiras de um jovem defraudar outro.

4- COMO POSSO ME GUARDAR PARA MEU FUTURO CÔNJUGE?

Decisões a serem tomadas:

- Não ficarem sozinhos em qualquer lugar que seja, mas sempre perto de pessoas;

- Evitar beijos, carícias e aproximação prolongada dos corpos para que não haja excitação;

- Carícias por baixo da roupa estimulam à defraudação;

- Planejar atividades em grupo, evitando longos períodos a sós;

- Coloquem a bíblia como regra de fé e prática, estudando-a e aplicando-a juntos;

- Cultivem o hábito de lerem bons livros que os ajudem sobre o assunto em pauta;

- Participarem das atividades da igreja para desenvolverem um relacionamento com outras pessoas;

- Acima de tudo, reconheçam que seu namorado(a) pertence ao Senhor e não a você.

5- PARA QUE SERVE O NAMORO?

Oferecer aos jovens uma chance para que conheçam e desenvolvam uma amizade, um companheirismo. Conhecer-se como?

- Descobrindo como é a personalidade, o temperamento um do outro. Se têm afinidade, entendimento mútuo, se combinam em diversas áreas. É o tempo de conhecerem o caráter um do outro e ajudarem-se mutuamente a conquistar o caráter de Cristo. Para o amor o tempo é o maior amigo do casal. É necessário tempo para saber:

- Se o outro é paciente e não perde a calma com facilidade;

- Como reage às suas fraquezas;

- Como age quando sua vontade não é satisfeita;

- Como reage aos problemas que a vida traz;

- Se é organizado(a) ou descuidado(a);

- Como reage à autoridade dos pais;

- Se é preguiçoso(a) ou ativo(a);

- Se o relacionamento pode durar sem a prática do sexo;

- Se é companheiro(a), amigo(a), honesto(a) e verdadeiro(a);

- Se é uma pessoa que estabeleceu alvos futuros ou é desanimada, apática;

- Se é possessivo(a), ciumento(a) e briguento(a);

- O que pensa sobre Deus.

É muito importante orarmos para sabermos quem é a pessoa preparada por Deus para estar ao nosso lado durante toda a vida, e observar algumas características importantes nele(a):

- Se tem bom senso, paciência, bom humor, auto-controle, consideração, boas maneiras;

- Se é otimista, sensível, bondoso, asseado e sabe ser econômico;

- O mais importante - se é obediente aos pais. Da mesma maneira como ele(a) tratar seus familiares, tratará você quando se casarem. Ajude-o(a) a viver para o Senhor. A harmonia
Postar um comentário