140 Canais TV

Assistir TV Online
Programação dos Canais ~>
Canal do Youtube
Facebook
Comunidade do Orkut
Twitter
Assistir TV Online HD - No Google

domingo, 11 de novembro de 2012

Separação, divórcio, adultério: Qual o remédio?

Recentemente li uma matéria escrita por uma socialite que dizia ter tido ao longo de seus dois casamentos um amante e aconselhava as mulheres a arrumar um, pois isto acendia a chama do amor.
Grande heresia, pois até hoje nunca vi alguém ser feliz, tanto homem quanto mulher, quando se envolve em casos extraconjugais.
O adultério é condenado desde o antigo testamento. Será que Deus é uma pessoa que apenas quer refrear a sua felicidade, aduzindo que é pecado trair, arrumar um outro alguém quando já se tem um? Lógico que não.
Observem que tudo que é tido como pecado é o que nos trás conseqüências graves. Os vícios, como por exemplo drogas, bebidas, cigarros, jogos de azar, além de destruir a saúde, a família, ainda acaba por aprisionar o viciado, que pensa que é livre e que ser de Jesus é careta.
O diabo sempre tenta enganar até os próprios escolhidos, fazendo com que a grama do quintal do vizinho pareça mais verde ou que o mal tenha aparência de bem.
Agora, partindo para a seara do adultério, este sim, pode acabar com uma das entidades criadas por Deus, que é o matrimônio, destruindo a família no geral. Trás a dor para o traído, levando à maioria das separações, atinge os filhos que presencia a desarmonia e crescem com conflitos emocionais, vão mal nas escolas e às vezes partem até para o crime. Basta ver a estatística da FEBEM, onde se vê menores que tiveram lares destruídos.
Hoje se prega muito a liberdade sexual, e que se não der certo com uma pessoa, dará com outra. Mas, na verdade, vi tantos casais se separarem para irem viver com outro companheiro e logo ficarem desiludidos.
Casamento envolve uma série de fatores:companheirismo, amizade, amor, cumplicidade, lealdade, fidelidade, renúncia, transparência , dentre outros.
Vale ressaltar que lealdade e fidelidade são coisas diferentes, pois posso ser desleal sem nunca ter traído. Portanto, elas devem vir juntas e não ser sinônimas.
Estas duas palavrinhas singelas mas que representam demais, pode ser a chave do sucesso de um casamento feliz, pois quem é fiel e leal jamais trará malefícios para a sua família.
Renúncia significa abrir mão de algumas coisas em detrimento do outro e estar feliz por isto, valendo lembrar que tem que ser de ambas as partes.
Se você está infeliz pensando que o seu casamento acabou e que a saída é a separação, divórcio ou adultério, lembre-se que isto trará conseqüências, que poderão ser as inesperadas. Convém buscar em primeiro lugar a presença de Deus no lar, pois um cordão de três dobras fica muito mais difícil de se arrebentar.
"Honrado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; pois aos devassos e adúlteros, Deus os julgará." Hb. 13:4
Postar um comentário