140 Canais TV

Assistir TV Online
Programação dos Canais ~>
Canal do Youtube
Facebook
Comunidade do Orkut
Twitter
Assistir TV Online HD - No Google

domingo, 31 de março de 2013

ATÉ 2014, 50 MIL JOVENS SERÃO VÍTIMAS DO TRÁFICO NO BRASIL



Um número alarmante e assustador, levantamento feito pelo Grupo UN, mostra que até 2014, ano da realização da Copa do Mundo de Futebol no Brasil, cerca de 50 mil jovens, entre 20 e 30 anos, serão vítimas diretas do tráfico de entorpecentes e pelo menos 70% das pessoas nessa faixa etária estarão viciadas em algum tipo de droga licita ou ilícita. O número de mortes indiretas, mas relacionada com a violência gerada pelos traficantes passará dos 200 mil.

O caos gerado pela luta entre os traficantes que pretendem controlar o avanço da venda de entorpecentes no Brasil poderá chamar mais a atenção que a realização de um dos maiores eventos esportivos do planeta. A situação é extremamente preocupante, mas mesmo assim passa despercebida aos olhos dos nossos governantes.

Cerca de 80% dos viciados em drogas legais ou não no Brasil, são jovens de baixa escolaridade e de expectativas reduzidas de melhorias na qualidade de vida. Geralmente moram em favelas ou em bairros de periferia onde o poder público não investe em educação, saúde e segurança.

O número de assassinatos de usuários de crack, somente na cidade de São Paulo, é 8 vezes maior que a taxa geral de homicídios da capital paulista. Aqueles que perdem a vida, em maior parte não chegam aos 25 anos. São vítimas do descaso dos governantes e se tornam estatísticas de um ranking em que o Brasil é líder na América Latina, o de mortes na adolescência.

Em todas as regiões do país, menores de 18 anos já comandam, ou são peças importantes na venda de entorpecentes. O Nordeste tem o maior número de homens entre 12 e 18 anos envolvidos no tráfico, com destaque para os estados do Ceará, Bahia, Pernambuco e Paraíba, que a capital, João Pessoa, é a cidade que concentra o maior número de viciados em crack no Brasil.

Se nada for feito agora, em 2014, a maior parte dos jovens, de todas as classes sociais será viciada em entorpecentes, cigarros e bebida alcoólica. O caminho a ser seguido é investir em cultura, esporte e lazer para a juventude, mas nossos políticos parecem não entender isso e preferem gastar algo em torno de R$ 200 bilhões de reais para a realização da Copa do Mundo
Postar um comentário